Home Maceió Em carta aberta, Aliança Comercial de Maceió denuncia descaso de JHC no centro da cidade

Em carta aberta, Aliança Comercial de Maceió denuncia descaso de JHC no centro da cidade

0
Em carta aberta, Aliança Comercial de Maceió denuncia descaso de JHC no centro da cidade

Reprodução

Reprodução

Em uma carta aberta à população, a Aliança Comercial, localizada no centro de Maceió, expressou seu repúdio à gestão atual da Prefeitura Municipal de Maceió, liderada pelo prefeito João Henrique Holanda Caldas.

A carta, assinada por comerciantes, comerciários e prestadores de serviços diversos que atuam no calçadão do comércio de Maceió e adjacências, destaca o descaso e a ingerência com os quais essa região, crucial para a história e economia do município, tem sido tratada.

A região, que concentra a maior circulação de pessoas da capital, tem sofrido com a ausência de manutenção, infraestrutura, mobilidade urbana, acessibilidade, além da permissão de poluição sonora e comercialização irregular desenfreada em suas ruas, praças e logradouros.

Os signatários da carta apontam que esses problemas têm dificultado cada vez mais a manutenção de postos de trabalho e a geração de emprego e renda na área. Diante do exposto, eles exigem ações urgentes do Poder Público Municipal para resolver essas questões.”

Veja a Carta Aberta

“Aliança Comercial Rua 20 de Dezembro, 110 – 1° Andar – Centro de Maceió-AL CNPJ: 12.318.952/0001-37 – Telefones: (82) 3336-7474 e 98884-5808 À Prefeitura Municipal de Maceió Exmo. Sr. João Henrique Holanda Caldas – Prefeito de Maceió ABAIXO ASSINADOS – CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DE MACEIÓ / AL- ABRIL 2024 Os cidadãos abaixo assinados, compostos por COMERCIANTES, COMERCIÁRIOS e PRESTADORES DE SERVIÇOS DIVERSOS que atuam neste bairro central, mais precisamente no CALÇADÃO do comércio de Maceió/AL e adjacências, vêm através deste, expressar mais uma vez em forma de repúdio, o DESCASO e INGERÊNCIA com o qual esta região tão importante para a história e economia do Município e que concentra a maior circulação de pessoas desta capital, é tratada durante toda a GESTÃO ATUAL, no que diz respeito à ausência de manutenção, infraestrutura, mobilidade urbana, acessibilidade e a permissão de poluição sonora e comercialização irregular desenfreada em suas ruas, praças e logradouros, fatos estes, notórios e que têm cada vez mais dificultado a MANUTENÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO e geração de emprego e renda no entorno. Diante do exposto, exigimos ações urgentes do Poder Público Municipal.”

Fonte: Redação com assessoria



Fonte: Câmara dos Deputados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here