spot_img
spot_img

Operação Verão: Marinha vai reforçar fiscalização do tráfego aquaviário em Alagoas

Em:

Compartilhe

A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos de Alagoas, vai iniciar a Operação Verão 2023-2024 e a partir de 15 de dezembro haverá a intensificação das ações de fiscalização do tráfego aquaviário e de conscientização de condutores e passageiros quanto à salvaguarda da vida humana, à segurança da navegação e à prevenção da poluição ambiental no estado.

A Operação vai acontecer entre os meses de dezembro de 2023 e fevereiro de 2024, período que compreende as festividades de fim de ano e o verão, quando é observado expressivo aumento do tráfego das embarcações de esporte e lazer no mar, rios e lagoas de Alagoas. 

“Com o slogan “NAVSEG: você conectado a uma navegação segura”, a Operação Verão 2023-2024 tem o propósito de criar um diálogo com a sociedade civil, principalmente, com as comunidades marítima e náutica. De acordo com levantamento nacional da Diretoria de Portos e Costas (DPC), Organização Militar representante da Autoridade Marítima Brasileira para os assuntos afetos à segurança da navegação, as infrações que mais chamam a atenção durante as ações de fiscalização são: condução de embarcação por pessoa não habilitada; documentação da embarcação incompleta ou vencida; falta de material de salvatagem (coletes, boias, extintores de incêndio, entre outros); excesso de lotação da embarcação, consumo de bebida alcoólica durante a condução e más condições de navegabilidade das embarcações”, detalhou a Marinha.

Capitania inspecionou 10.870 embarcações na última Operação Verão. Foto: Divulgação

Com a mesma operação no ano anterior, a Capitania inspecionou 10.870 embarcações, emitiu 269 notificações para comparecimento, apreendeu 16 embarcações e instaurou três inquéritos administrativos. Além disso, foram realizadas 56 visitas e 54 palestras com 648 ouvintes nas marinas, colônias de pescadores, associações de embarcações e nas praias. Para as ações iniciadas neste ano, a CPAL e sua Agência subordinada, em Penedo (AL), estão empregando mais de 130 militares, com o apoio de 13 embarcações, incluindo lanchas e motos aquáticas, que atuarão em ações de fiscalização no mar e águas interiores de Alagoas.

A CPAL disponibiliza os telefones 185, para Emergências Marítimas e Fluviais, e (82) 3215- 5800, para denúncias de situações que representem risco para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e a prevenção da poluição ambiental por parte de embarcações, plataformas fixas ou suas instalações de apoio.

Fonte: TNH1

Assine Grátis

spot_img

Últimas

Leia Mais
Notícias