Ronaldo Lessa diz que reformas têm que acontecer no Judiciário e no MP

Deputado disse que instituições atuaram para cassar Dilma Rousseff e preservaram Michel Temer, envolvido em corrupção

O deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) disse nesta sexta-feira, 14, que será um dos parlamentares brasileiros na linha de frente contra as propostas do governo Michel Temer, que  ferem os direitos dos trabalhadores, como já aconteceu com a reforma trabalhista e está para acontecer com a reforma da previdência.

Foto: Reprodução

Lessa criticou o governo de Temer e disse entender que o País precisa de reformas. Mas, no seu entendimento, as reformas devem ser feitas em todos os planos.

As primeiras reformas, segundo ele, deveriam acontecer no Poder Judiciário e no Ministério Público (MP) uma vez que essas instituições tanto querem reformar o Legislativo, mas esqueceram de cumprir a própria Constituição do País.

Ele observou que, sobretudo o Judiciário, que na hora de cassar o mandato de Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deixou de fazê-lo apesar de todas as provas coletadas.

O judiciário e o MP, segundo disse, atuaram fortemente para que o Congresso cassasse o mandato da Presidente Dilma Rousseff, “que não cometeu crime algum, enquanto o TSE libera o Temer apesar de todo o escândalo de corrupção que o envolve”.

Lessa fez sua fala durante a entrega de 250 casas do conjunto Velho Chico 2 na cidade Penedo, em um evento organizado pela Prefeitura Municipal.

Tags: Notícias, Política no Brasil, Deputado Federal Ronaldo Lessa

Email

Boletim Informativo

Ao clicar em inscrever a página será atualizada!
Nunca enviaremos SPAM!

Curta no facebook!