Dick denuncia
Sábado, 13 Abril 2019 06:31

Maceió tem mais sabor nas praias do litoral norte

Expansão gastronômica na região da capital alagoana atrai investimentos e gera centenas de empregos também na rede hoteleira

Escrito por Redação com Assessoria
Maceió tem mais sabor nas praias do litoral norte Foto: Divulgação

Além das belas praias, algumas consideradas entre as mais bonitas da capital, expansão imobiliária crescente, rede hoteleira em crescimento e razoável estrutura de serviços, o Litoral Norte de Maceió, trecho de praias entre os bairros de Guaxuma e Ipioca, experimenta também um crescimento gastronômico sem precedentes, sobretudo nos fins de semana e feriados.

Além de restaurantes tradicionais e premiadíssimos, novos investimentos estão surgindo e fazendo a região experimentar uma expansão de investimentos e geração de empregos.

Tudo começa na Praia de Guaxuma que recebe milhares de pessoas nos fins de semana, distribuídos em mais de 10 barracas de praia. O destaque é para a famosa barraca Bar Brasil, que existe na praia a mais de 25 anos.

Danúbio e Adenir administram a mais de 10 anos o Bar Brasil em Guaxuma onde oferecem um cardápio diferenciado e com uma excelente variedade, tendo como especialidades o Camarão Bar Brasil, Lagosta Al termidor, Lagosta Grelhada, Camarão Catupiry, além do carro chefe, conhecido como Cariocão, um prato conhecido mundialmente.

Entre os bairros de Garça Torta e Riacho Doce surgem uma boa lista de restaurantes, alguns premiadíssimos. Em Garça Torta tem a Casa do Siri e o Milk Beach, à beira mar. Na praia também existiu um dos mais antigos bares da região, o Bar do Titio.

Mas tem também o Lua Cheia, um dos primeiros restaurantes de cozinha francesa de Alagoas, que surgiu há mais de 25 anos e já levou alguns prêmios ao longo de sua história. Além de ser reconhecido como um dos melhores restaurantes de Maceió possui um cardápio para paladares mais sofisticados. Afinal, mesmo no litoral, não há motivos para rejeitar a boa culinária. Por isso mesmo, os pratos são mais “salgados” que nos restaurantes de frutos do mar, mas – se comparados com outros do gênero – não são “tão” absurdos.

O histórico bairro do Riacho Doce pode se orgulhar também de ser a casa de nascimento do tradicional File do Zezé, que ainda hoje funciona numa entrada bem simples, logo depois da praça central. A praça também abriga o Ora Pro Nobis, um bar bem deslocado. E conta com uma pizzaria entre as mais badaladas do Brasil, a Santorégano, que já foi escolhida como a 7ª melhor pizza do país. Almir, um dos donos avalia assim o prêmio “quando nos classificamos na eliminatória de Recife da Copa Brasileira de Pizzarias, pensamos: “É sorte de principiante!”… Mas quando chegamos à final brasileira em 7º lugar, com as melhores do Brasil em São Paulo, pensamos: “Nós somos bons mesmo!!”

Na praia da Sereia mais de 20 barracas e restaurantes são responsáveis por gerar mais de 200 empregos diretos e outros 200 indiretos, atendendo centenas de pessoas todos os dias.

A praia também abriga uma pousada e o Hotel Atlântico, administrado por italianos. Os bares e restaurantes da praia de Guaxuma e da Sereia, apesar da simplicidade, são responsáveis pela metade da geração de empregos da região.

Ipioca oferece restaurante premiado, além de bar e clube

Mas é no bairro de Ipioca, local histórico do nascimento do segundo presidente da República do Brasil, Floriano Peixoto, que se encontram as duas melhores expressões da gastronomia ao norte da capital: o restaurante Vila Chamusca e o Hibiscus Beach Club.

No alto do bairro, com vista panorâmica para o mar, bem ao lado da antiga igreja, está o Vila Chamusca, premiadíssimo restaurante que há 14 anos oferece culinária em alto nível.

Escondido no alto do bairro, a 20 km do centro, o restaurante reserva delícias como o macarajé (acarajé de macaxeira e recheio de carnes de siri, camarão e bacalhau) e o risoto de camarão no cesto de queijo parmesão. Para acompanhar caipirinhas cítricas.

E para finalizar, Lampião e Maria Bonita, sobremesa com mel de engenho no pudim de queijo coalho com goiabada. Aliando boa culinária à bela vista do alto de Ipioca, o restaurante Vila Chamusca consolidou-se como um dos principais pontos de referência da gastronomia alagoana no Litoral Norte.

Já na bela praia de Ipioca, considerada a mais bela de Maceió, o Hibiscus Beach Club é um restaurante, bar e clube que vem atraindo mais de 400 pessoas todos os dias, especialmente na alta temporada.

O local tem uma ótima infraestrutura e funciona com sistema day use, ou seja, você paga uma taxa e pode usar as instalações como piscina, parquinho, redes, música ao vivo, banheiros limpos, espreguiçadeiras confortáveis, mesas grandes e rústicas e camas à beira mar.

Quem está no comando do Hibiscus são os empresários Vanderlei Turatti, que há 20 anos é empreendedor do turismo e Ronaldo.

A grande atração do Hibiscus é o passeio de catamarã até as piscinas naturais de Ipioca que ficam a 3 km do local do embarque, ainda desconhecidas da maioria dos alagoanos e turistas. O objetivo é ter um controle para não danificar o meio ambiente. Alguns chegam a dizer que são tão belas como as da Pajuçara ou até mesmo as Galés de Maragogi. De águas cristalinas e mornas dá para ver realmente peixes e corais.

O Hibiscus tem feito sucessivos investimentos em ampliação, melhorias de sua estrutura, sobretudo na cozinha industrial e na sustentabilidade, com um projeto inovador de energia solar.

Sozinho é o maior gerador de empregos de toda a região ao norte de Maceió, com mais de 50 funcionários diretos e outros 300 indiretos.

Primeiro Momento © 2013 - 2018 Todos os direitos reservados.