Secretaria de Segurança do Estado
Quarta, 25 Abril 2018 10:54

Documentário e livro sobre rio São Francisco serão lançados nesta sexta-feira (27)

“Navegar é Preciso – Na Rota dos 200 anos” traz um panorama atual da Bacia Hidrográfica do rio, com foco no Baixo São Francisco alagoano

Escrito por Redação com Agência Alagoas
Documentário e livro sobre rio São Francisco serão lançados nesta sexta-feira (27) Livro traz um alerta sobre a situação do rio São Francisco e os atuais problemas enfrentados pelas comunidades ribeirinhas. Foto: Adaílson Calheiros

Resultado da expedição organizada pelo Governo de Alagoas, em 2017, para celebrar o bicentenário alagoano, o jornalista Mário Lima e o cineasta Charles Northrup irão lançar nesta sexta-feira (27), às 18h, na residência Oficial do Museu Palácio Floriano Peixoto, o livro e o documentário “Navegar é Preciso – Na Rota dos 200 anos”.


O projeto "Na Rota dos 200 Anos" foi elaborado pelo governador Renan Filho no ano passado e levou autoridades e membros da sociedade civil a acompanhar uma viagem a bordo de catamarãs pelo rio São Francisco, um dos mais importantes do Nordeste e do Brasil. Com início em Piranhas, a expedição fez paradas em Pão de Açúcar, Traipu, Porto Real do Colégio e Penedo.


De acordo com o jornalista Mário Lima, o livro mostra a atual realidade da Bacia Hidrográfica do rio, com foco no Baixo São Francisco alagoano, a partir de uma série de reportagens, pesquisas e entrevistas realizadas durante a expedição.

“Neste primeiro livro, além de contar com o diário de bordo do governador Renan Filho, ao longo das cidades ribeirinhas, de Piranhas a Penedo, o livro traz um brado alerta sobre a atual situação do rio São Francisco, e seu atuais problemas (controle de vazão da água, falta de chuvas, degradação das águas e das terras, navegabilidade, abastecimento, salinização das águas e saneamento básicos), e a busca de soluções pelos Estados que integram a bacia e por instituições públicas e privadas que discutem as saídas. As grandes vozes em defesa do Velho Chico também estão presentes”, afirmou Lima.

Foto: Paulo Tourinho

Ainda segundo o jornalista, dos negros de Palmares comandados por Zumbi, na Serra da Barriga; até Porto Calvo, no Norte, com o surgimento dos engenhos de açúcar e a escravidão negra e índia; as guerras luso-flamengas, a luta e a morte do herói Calabar. A terra dos marechais que fundaram a República brasileira, na antiga província Alagoa do Sul, hoje Marechal Deodoro; e Maceió, a capital das Alagoas, com sua história e reflexões sobre seu passado, presente e futuro, serão temas abordados em mais outros quatros livros que serão lançados.

Foto: Arquivo pessoal

Para o cineasta Charles Northrup, através do documentário serão contadas histórias pelos ribeirinhos, seus conflitos, reivindicações e a relação umbilical e poética com o Velho Chico. Além disso, o levantamento feito durante a expedição e mostrado no filme é também um pedido de socorro. “Através de pesquisas ao longo dos últimos dez anos e dos relatos dos próprios ribeirinhos, conclui que uma das grandes missões deste projeto é mostrar que o rio São Francisco precisa ser revitalizado, pois a população clama por água”, ressaltou.

 

 

 

Primeiro Momento © 2013 - 2018 Todos os direitos reservados.