Secretaria de Segurança do Estado

As ações de reintegração social da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) se potencializam em Alagoas. Já são mais de 700 egressos do sistema prisional, ou seja, 20% dos apenados dos regimes aberto e semiaberto, que saem de suas casas diariamente para prestar um serviço de qualidade para sociedade. Esta semana, mais um importante convênio foi renovado.

Atualmente, a Seris possui convênio com 33 instituições públicas e privadas. Proporcionalmente, Alagoas é o Estado que mais emprega egressos dos presídios. A taxa de reincidência criminal é inferior a 2%.

Desta vez, foi a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), que ampliou a parceria com a Seris, passando de um para onze apenados atuando em seus postos de trabalho. Com o novo contrato, o órgão passa a contar com serviços de auxiliar de portaria, serviços gerais, além de capacitar um dos conveniados para executar o trabalho de topógrafo.

A chefe de Reintegração Social, agente penitenciária Shirley Araújo, explica que a credibilidade do trabalho ofertado foi um fator determinante para fortalecer o vínculo entre os órgãos estaduais.

“O titular da  Seinfra, Humberto Carvalho, teve a sensibilidade de observar o trabalho dos conveniados, tanto em sua pasta, como em outros órgãos. Após a análise, ele constatou que a oportunidade beneficia não só o Estado, mas também efetiva a ressocialização”, disse Shirley Araújo.

O secretário da Ressocialização, coronel Marcos Sérgio de Freitas, lembra também a ampliação das vagas de trabalho impacta na redução da violência. “Além de ter esse trabalho social, o órgão conveniado contribui para diminuição da reincidência criminal. A oportunidade muda a vida do reeducando e de sua família, gerando um equilíbrio social”, afirma.

O secretário Humberto Carvalho destaca a importância do projeto desenvolvido pelo setor de Reintegração Social da Seris. “O preconceito ainda existe, mas ele não pode partir da gente. Cabe ao Estado garantir a custódia e ressocializar com oportunidades para mudança de vida”, finaliza.

 

Em Cidades

O governador Renan Filho anunciou que o Estado de Alagoas lançará, na primeira semana de maio, o edital para o novo concurso público da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros (CB). Renan Filho esteve reunido, na manhã desta terça-feira (13), com alunos de um cursinho preparatório da capital, onde fez o anúncio, ouviu sugestões e respondeu a perguntas dos candidatos. "Na primeira semana de maio nós vamos publicar o edital; já foi aprovado na Fazenda (Secretaria), que é a parte mais complexa - estudo financeiro e econômico - e na Procuradoria Geral do Estado também", disse o governador.

De acordo com ele, a previsão de vagas será de 500 para a PM e de 100 para o CB.

Renan Filho também revelou que o Governo do Estado estuda mudanças nas regras do certames em Alagoas, que passarão a ser menores, mas anuais, quando possível.

O governador garantiu que vai convocar este ano os mil aprovados no concurso da PM e estuda formas de chamar os aptos. Ele confirmou, ainda, que o Estado fará concurso para a Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Controladoria Geral do Estado, cujos editais devem ser lançados ainda este ano.

Quem passa pela região Sul ao Agreste do Estado já experimenta uma viagem diferente pelas estradas alagoanas. Isso porque, o primeiro trecho da duplicação Maceió-Arapiraca, da rodovia AL-220, ganha forma e entra agora nas etapas finais de execução. Com 18,3 quilômetros de extensão, a obra conta com 60% dos trabalhos totais concluídos e atividades realizadas ao longo de todo trecho, que compõe as ações do programa Pró-Estrada.

Em estágio mais avançado, os serviços de terraplanagem estão 85% finalizados com atividades encerradas até o quilômetro 12 e executadas até o 18. Já os trabalhos de pavimentação tiveram a primeira camada de asfalto aplicada até o quilômetro 10,4 da duplicação, que vai da Barra de São Miguel até o município de São Miguel dos Campos.

Paralelamente à execução da terraplanagem e pavimentação, a equipe técnica da Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), responsável pela obra, realiza ainda a construção da barreira New Jersey. Este equipamento funcionará como isolamento de concreto para separar os dois sentidos das vias e garantir mais segurança viária à população.

Nas próximas etapas, a obra seguirá com serviços que já vêm sendo executados e que agora serão iniciados no restante do trecho. Além disso, serão também iniciadas a última camada do pavimento da pista e a sinalização horizontal e vertical dos 18,3 quilômetros da via.

Duplicação Maceió-Arapiraca

Junto com o primeiro trecho, as obras da rodovia AL-220 contam ainda com mais duas etapas totalizando 81,7 quilômetros de duplicação ligando a capital Maceió até Arapiraca, como explica o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral.

“Enquanto a equipe dá celeridade aos trabalhos de duplicação neste primeiro trecho, nós já demos ordem de serviços para os outros dois trechos. O segundo, conectando São Miguel dos Campos a Campo Alegre, e o terceiro último de Campo Alegre até Arapiraca. São mais de R$180 milhões investidos com recursos próprios do Estado por meio do Pró-Estrada, que é um programa que vem transformando o conceito de mobilidade urbana em Alagoas”, reitera o secretário.

O Governo de Alagoas libera na quarta-feira (31) o salário dos servidores públicos estaduais referente ao mês de janeiro. Serão contemplados todos aqueles que estão inseridos na primeira faixa salarial cujos vencimentos vão até R$ 2.340.

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) aponta que mais de 60% dos servidores ativos e inativos do Estado compõem a primeira faixa.

Em Cidades

Sessenta e dois novos agentes passam integrar o quadro da Polícia Civil alagoana. A solenidade de formatura foi realizada, nesta sexta-feira (26), na Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal). As nomeações, assinadas pelo governador Renan Filho, foram publicadas na edição de quarta-feira (24), do Diário Oficial do Estado (DOE).

O secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior, representou o governador na solenidade, destacando que a redução da violência que ocorre hoje em Alagoas se deve, inclusive, ao apoio do Governo e à união e integração dos órgãos que compõem a pasta.

Ele salientou os esforços que o delegado-geral Paulo Cerqueira tem feito em favor da instituição que dirige e do povo alagoano no combate à criminalidade. E acrescentou: “A missão do policial é a mais nobre do mundo, pois é ele quem arrisca a própria vida em defesa de pessoas que sequer conhece”.

Paulo Cerqueira fez um breve balanço dos avanços da Polícia Civil no ano de 2017, ressaltando que, com o apoio do Governo estadual, foi nesse período que o órgão fez a maior aquisição de materiais. “Foram 87 fuzis, 2.144 coletes balísticos, 250 pistolas, centenas de algemas e munições”, enumerou.

“Em 2017, conseguimos realizar um sonho antigo: que cada policial tenha equipamento de proteção individual”, adiantou. Junto com o secretário Lima Júnior, ele fez a entrega simbólica de um kit (pistola, colete, algema e munição) à formanda Cayenne Carvalho, e disse que os demais poderão se dirigir ao setor de armas da PC para pegar seu material de trabalho.

O delegado-geral citou ainda a construção do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Delegacia de Narcóticos, em andamento no bairro Chã de Bebedouro - um investimento superior aos R$ 6 milhões, como uma grande cnquista do atual Governo de Alagoas.

“Nossa produtividade também aumentou e, hoje, 77,88% dos inquéritos concluídos apontam a autoria. No ano passado foram 14 mil conclusos, com 11 mil indicando os autores”, informou.

O deputado estadual Ronaldo Medeiros, que participou da luta em favor da convocação dos novos agentes, afirmou que o governador Renan Filho tem valorizado a segurança, inclusive com a realização de concursos públicos. “A sociedade espera muito dos senhores”, disse.

Para o diretor da Academia de Polícia Civil, Antônio Carlos Lessa, Alagoas vive uma nova polícia judiciária, graças à sensibilidade do governador e a determinação e serenidade do delegado-geral Paulo Cerqueira.

Ele agradeceu ao Governo pela convocação dos novos policiais e, também, as parcerias com outras instituições da segurança – Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Perícia Oficial, além de delegados, agentes e escrivães que atuaram como instrutores do curso, de forma espontânea e gratuita. O paraninfo da turma e o orador oficial Hélder Gomes de Lima, também discursaram.

A solenidade teve ainda as presenças do secretário adjunto da Segurança Pública, delegado Manoel Acácio; da delegada-geral adjunta da Polícia Civil, Kátia Emanuelly; do chefe da Perícia Oficial, Manoel Melo; do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Adriano Amaral; do subcomandante da Polícia Militar, coronel Wilson da Silva.

Também prestigiaram o evento, o corregedor-geral da Polícia Civil, delegado Valdecks Pereira, os diretores de área da PC, delegados Cícero Lima, Fábio Costa, Ana Luiza Nogueira, e Mário Jorge Barros, da Deic, representando a Associação dos Delegados de Polícia (Adepol), entre outras autoridades.

Os 62 novos policiais civis, aprovados em concurso público promovido pelo Governo de Alagoas, participaram de curso de formação, com aulas ministradas no prédio da Gerência da Academia de Polícia Civil de Alagoas (Gapocal), localizada no bairro Santa Amélia, e instruções táticas e práticas em diversos pontos da capital alagoana.

O curso constou de disciplinas práticas e teóricas, entre elas, investigação policial, noções de direito penal, processual penal, prática de tiro policial, defesa pessoal, direitos humanos, primeiros socorros e direção de viatura policial.

Os docentes e instrutores receberam o agradecimento dos formandos pela importância dos conhecimentos transmitidos e da abnegação e compromisso em passar o melhor ensinamento.

Primeiro Momento © 2013 - 2018 Todos os direitos reservados.