Secretaria de Segurança do Estado
Sábado, 17 Fevereiro 2018 08:54

Campeonato alagoano sub 20 começa dia 24

A Diretoria de Competições da Federação Alagoana de Futebol  iberou os detalhes da edição 2018 do Campeonato Alagoano Sub-20. Os primeiros jogos vão acontecer no dia 24 de fevereiro. A competição terá quatro fases e será disputada por 19 clubes. Na primeira fase, as equipes foram divididas em dois grupos.

O grupo A será formado por Sete de Setembro, Murici, FF Porto Calvense, Coruripe, ASA, Jaciobá, Agrimaq, Sport e Santa Rita. 

O grupo B terá Santa Cruz, CEO, CRB, CSA, CSE, Internacional, Ponte Preta, Dimensão Capela e São Domingos. 

Pelo regulamento, nesta primeira fase as equipes jogam em sistema somente de ida, em que os integrantes se enfrentam dentro do próprio Grupo, perfazendo o total de oito jogos para cada. Ao final da Primeira Fase, estarão classificadas para a fase seguinte, as Equipes que ocuparem as quatro primeiras posições de cada um dos dois grupos.

Na primeira rodada, o ASA estreia jogando em Maceió, no estádio João Batista, enfrentando o Sete de Setembro. 

Os outros jogos: 

Sport x Santa Rita, em Atalaia; 

Jacyobá x Murici, em Pão de Açúcar;

Agrimaq x FF Porto Calvense, em Barra de Santo Antônio 

 

O processo de modernização implantado pela atual gestão da Polícia Civil de Alagoas ganha mais um aditivo com a aquisição de 100 novas armas longas, que serão utilizadas no combate ao crime, dando mais segurança à sociedade alagoana. O novo quantitativo de material bélico chegou ao setor de armas da Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (16).

O equipamento comprado com recursos do Fundo Especial de Segurança Pública do Estado de Alagoas (Funesp), no valor de R$ 570 mil, é composto por 50 carabinas e 50 submetralhadoras, calibre .40, coronha retrátil e dobrável, que permite a utilização do armamento embarcado com mais agilidade, da fabricante Taurus.

O policial civil e assessor técnico Ednildo Macena, que dirige o Núcleo de Regulamentação, Registro e Controle de Armas, Munições e Explosivos (Nurrcame), explicou que a nova aquisição permitirá o descarte de metralhadoras, calibre 9 mm, com mais de 45 anos de uso, que já estão obsoletas.

Todo o armamento foi previamente avaliado na fábrica da Taurus, com testes que totalizaram o uso de 4.500 munições, acompanhados por dois membros da Comissão de Avaliação e Modernização Bélica (CAMB), formada por policiais civis especializados em armamento e munições.

As novas armas serão entregues, a priori, para os grupamentos especiais, delegacias especializadas e regionais, entre outras unidades que necessitam de equipamento.

O delegado Aydes Ponciano, gerente de Estatística e Informática (Geinfo), ressaltou que, além desses novos equipamentos, em 2017, a instituição recebeu 502 novos coletes balísticos e 370 pistolas, marca Taurus, modelo PT 840, calibre .40.

Com todo esse investimento, o delegado-geral Paulo Cerqueira, reafirmou que a Polícia Civil de Alagoas dispõe hoje de uma estrutura que permite dispor de uma arma individualizada, algemas e colete balístico para cada policial, devidamente acautelados para o trabalho diário, uma meta que foi conquistada com a atual gestão.

“Equipar a Polícia Civil com armamento é uma grande conquista, que se deve ao esforço das equipes da PC e da Secretaria de Segurança Pública e, também, ao empenho e apoio do Governo do Estado, que continua garantindo o investimento na segurança com a compra de novos equipamentos”, finalizou Paulo Cerqueira.

Novos investimentos em diversas áreas estão programados para o ano de 2018. A intenção da atual gestão é atingir o número de 250 armas longas, quantitativo ideal para suprir a necessidade das delegacias e grupamentos operacionais da instituição.

 

A Prefeitura Municipal do Passo de Camaragibe realizou seis dias de festa para a celebração do Carnaval no município, que teve inicio na quinta-feira (8) com o Concurso Bumba Meu Boi.

O Passo Folia atraiu moradores locais e foliões de municípios vizinhos, aquecendo o turismo e a economia da cidade. Entre as atrações estiveram artistas regionais de variados estilos musicais, para agradar a todos os gostos.

Alem das atrações musicais, vários blocos que se apresentaram no Centro e na Barra de Camaragibe foram pontos altos dos dias de folia. Moradores e turistas de vários estados brasileiros aproveitaram a animação e o clima de paz para curtir as marchinhas, o samba e o repicar dos tamborins e da bateria que ecoavam por toda a cidade.

Pensando na tranquilidade de todos os camaragibanos e visitantes, a Prefeitura montou também uma estratégia que contou com a participação das Secretarias de Turismo, de Saúde, Trânsito e Limpeza, além da Secretaria de Segurança Pública que trabalhou apoiando as Polícias Civil e Militar. Como também com o trabalho dos Bombeiros Civis.

No quesito limpeza, Passo também obteve nota 10. As equipes trabalharam durante todos os dias de festa e previamente recolhendo e limpando toneladas de lixo, como por exemplo a varrição nas ruas e nas praias.

"Aqui no Passo a festa ja começou no dia 08, com o Concurso do Bumba Meu Boi. Além disso teve muito bloco na rua e festa na cidade e na Barra de Camaragibe que foi para ninguém ficar de fora. O carnaval é uma festa tradicional e importante para a cultura e a economia da cidade. Foi mais um evento com a organização e segurança que já viraram marca da nossa gestão. E no dia 17 ainda tem a ressaca do carnaval. É muita folia no Passo", ressaltou a prefeita Vania Câmara que convida a todos para participarem do Bloco Tudo Azul, representando a Ressaca do Carnaval, no dia 17.

Com o objetivo de diminuir o tempo-resposta na região de Arapiraca e adjacências, o Grupamento de Operações Aéreas (GOA) e o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) ampliaram o serviço aeromédico nesse período de folia.

Com o uso do helicóptero multifunção, o Falcão 05, o serviço dos bombeiros é potencializado e o tempo-resposta no atendimento a ocorrências de acidentes automobilísticos, afogamentos e buscas e resgate de pronto atendimento é diminuído.

O serviço foi iniciado no sábado de carnaval e durará até esta terça-feira (13). Segundo o coronel André Madeiro, comandante do Grupamento de Operações Aéreas, o uso da aeronave funcionará durante o carnaval e após o período serão analisados os resultados, para a possível implantação de uma base fixa em Arapiraca.

"Diante do elevado número de ocorrências na região, vimos a necessidade de implantar o serviço nesse local, pois, com apenas uma guarnição, ampliamos nosso raio de ação e visão, aumentando também a sobrevida do acidentado", disse o coronel, enfatizando que em alguns casos o tempo-resposta diminui em até 70%.

A guarnição é composta pelo piloto, por um médico e um enfermeiro, ambos do Samu, e um bombeiro militar. Durante os quatro dias de carnaval foram realizadas ações de monitoramento em Arapiraca e áreas litorâneas, compreendendo o percurso das cidades de Penedo e Jequiá da Praia. Até a segunda-feira (12), a equipe atendeu a três chamados.

A parceria do Corpo de Bombeiros e Grupamento de Operações Aéreas foi iniciada em julho de 2010 e, desde então, já realizou 1.439 atendimentos. Até o mês de outubro de 2017 foram salvas 131 vidas.

Para solicitar o atendimento do Corpo de Bombeiros basta ligar 193, e a central analisará a necessidade de acionar o socorro aereomédico.

O time viajou no final da manhã, desta terça-feira, com destino ao Sul do País para disputar uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Na quinta-feira, o CRB vai enfrentar  Novo Hamburgo, às 20h30, no Estádio do Vale, em jogo único.

Para essa partida decisiva, o técnico Mazola Júnior relacionou 18 atletas para a viagem. De grande novidade fica a estreia na relação do volante Willians Fernandes, já a baixa fica pela ausência do volante Claudinei.

O CRB vai para o Rio Grande do Sul dois antes da partida, uma logística voltada para oferecer a melhor preparação possível para a partida. Segundo o supervisor Marcos Lima Verde, tudo foi planejado para o Galo fazer um grande jogo na quinta-feira.

“A diretoria do CRB saiu na frente mais uma vez e conseguimos organizar a melhor logística para essa decisão. O presidente Marcos Barbosa nos deu todas as condições e vamos chegar com muita antecedência no Rio Grande do Sul”, disse ele.

Confira a lista dos relacionados para o jogo contra o Novo Hamburgo:

Goleiros – João Carlos e Edson Mardden

Laterais – Ayrton e Diego

Zagueiros – Flávio Boaventura, Anderson Conceição, Edson Borges e Everton Sena

Volantes – Feijão, Serginho e Willians Fernandes

Meias – Leílson, Rafael Bastos e Edson Ratinho

Atacantes – Neto Baiano, Marcão, Willians Santana e Ruan.

MACEIÓ/AL - É com bastante pesar que a Polícia Federal em Alagoas recebeu a notícia do falecimento do Delegado Eraldo Brasil Filho, de 64 anos, ocorrido no último domingo pela manhã em decorrência de um infarto.

Dedicado ao serviço de proteger a sociedade, o Delegado de Polícia Civil Eraldo Brasil estava cumprindo plantão no sábado de Carnaval (10), na Delegacia Regional de Polícia (1ª – DRP) e atuava com esmero e dedicação à atividade policial há quase 38 anos, dedicados inteiramente à proteção do povo e à briosa Polícia Civil de Alagoas.

O honrado Delegado Eraldo Brasil foi titular de diversas delegacias distritais  em todo Estado e, atualmente, comandava a Delegacia de Mata Grande, no Sertão de Alagoas.


A segurança pública de Alagoas perde um grande profissional de sua corporação, mas sem dúvida permanecem seus ensinamentos e grande exemplo policial. Ao mesmo tempo em que se espera que as lembranças de seu carinho e dedicação ajudem seus familiares e os amigos mais próximos a superarem esse momento difícil.


Policiais federais externam   as mais sinceras condolências à família e aos amigos por esta inestimável perda.

As operações da Lei Seca realizadas na segunda-feira (12) nas cidades de Murici e São José da Laje, região norte de Alagoas, flagraram 17 pessoas conduzindo veículos automotores sem habilitação.

Na ocasião, duas pessoas ainda foram presas por embriaguez ao volante e outras nove autuadas por conduzirem veículos sob a influência de álcool.

Com 190 veículos abordados, foram gerados 50 autos de infrações após flagrantes de irregularidades no trânsito.

As operações da Lei Seca têm como objetivo reduzir o número de acidentes de trânsito através de ações de ficalização.

As entradas custarão R$ 30,00 para as arquibancadas baixas, R$ 50,00 para as altas e R$ 100,00 cadeiras especiais.

Os pontos de venda são a Loja Azulão (antiga Avenida Amélia Rosa), Polysport (Maceió Shopping/Patio Shopping/Centro) e Arena das Torcidas (Shopping Farol). Para os visitantes, as vendas serão realizadas apenas nas lojas Polysport (Maceió Shopping e Pátio Shopping), nos mesmos valores.

Vendas Online

Os ingressos podem ser comprados também pela internet. O link para compras está disponível no site oficial do clube, www.centrosportivoalagoano.com.br, abaixo do banner de próximo jogo, lado direito da página inicial.

O procedimento é muito simples. O torcedor escolhe o setor e a quantidade de ingressos, preenche os dados necessários e realiza a compra através do cartão de crédito. Com a confirmação da compra é gerado um e-ticket que deve ser impresso e apresentado na entrada do estádio.

Além do site, o torcedor pode comprar também pelo aplicativo da empresa Guichê Web. Basta fazer o download do app na App Store ou na Play Store e realizar a compra. Assim como pelo site, após a confirmação da compra confirmação da compra é gerado um e-ticket que deve ser impresso e apresentado na entrada do estádio.

A Polícia Civil de Alagoas terá, excepcionalmente, mais 10 delegacias plantonistas durante o período do Carnaval deste ano. O plano operacional foi definido por meio de portaria, assinada pelo delegado-geral Paulo Cerqueira, presidente do Conselho Superior da instituição (Consupoc) e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

Além das três Centrais de Flagrantes de Maceió e das delegacias regionais, foi estabelecido no plano que vão funcionar plantonistas, durante 24 horas, em Maragogi, atendendo também as cidades de Porto Calvo e Japaratinga; em São Miguel dos Milagres, atendendo Porto de Pedras; em Atalaia, que engloba ainda Cajueiro, Capela e Maribondo.

Haverá também plantonistas extras em São José da Laje e Murici (ambas especificamente para 13 de fevereiro, dia em que desfilam grandes blocos carnavalescos nestas cidades); em Traipu, atendendo Girau do Ponciano, Olho D'Agua Grande e Campo Grande; em Coruripe, que atenderá Piaçabuçu e Feliz Deserto; e nas cidades de Piranhas e de Pão de Açúcar, nos quatro dias de folia.

Todas as regionais terão plantonistas: Matriz do Camaragibe, que engloba São Luiz do Quitunde e Passo do Camaragibe; Viçosa (Chã Preta, Mar Vermelho, Paulo Jacinto e Pindoba); Novo Lino (Colônia de Leopoldina, Flexeiras, Joaquim Gomes, Jundiá, Jacuípe e Campestre); União dos Palmares (São José da Laje, Murici, Branquinha, Ibateguara e Santana do Mundaú); Arapiraca (Lagoa da Canoa, Feira Grande, Limoeiro de Anadia e Craíbas), Palmeira dos Índios (Cacimbinhas, Minador do Negrão, Igaci, Tanque D’Arca, Quebrangulo, Belém, Coité do Nóia, Taquarana e Estrela de Alagoas).

Outras cidades

Funcionarão delegacias plantonistas ainda em São Miguel dos Campos, atendendo Campo Alegre, Boca da Mata, Anadia, Roteiro, Teotônio Vilela, Junqueiro e Jequiá da Praia; Penedo (São Brás, Igreja Nova, Porto Real do Colégio e São Sebastião); Delmiro Gouveia (Água Branca, Pariconha, Inhapi, Canapi, Mata Grande e Olho D’Água do Casado); Santana do Ipanema (Olho D’Água das Flores, Olivença, Dois Riachos, São José da Tapera, Carneiros, Ouro Branco, Poço das Trincheiras, Maravilha e Senador Rui Palmeira), e Batalha (Monteirópolis, Jacaré dos Homens, Belo Monte, Jaramataia e Major Isidoro).

Na Região Metropolitana de Maceió, além das três centrais de flagrantes, também funcionarão como plantonistas as delegacias de Barra de São Miguel, de Marechal Deodoro e de Paripueira, que vai atender também Barra de Santo Antônio. A determinação da Delegacia Geral é para que as centrais da capital registrem toda a demanda de Boletins de Ocorrência (BOs), independentemente de onde o caso tenha ocorra.

De acordo com o plano operacional, as atividades da polícia judiciária em Alagoas serão iniciadas às 8 horas, do dia 10 de fevereiro – Sábado de Zé Pereira -, com término previsto para às 8 horas, do dia 14 de fevereiro – Quarta-feira de Cinzas. Mas, as delegacias plantonistas dos municípios de Barra de São Miguel, Maragogi e Paripueira, de forma excepcional, iniciarão suas atividades no dia 9 de fevereiro, também a partir das 8 horas.

Os plantões dos delegados regionais ocorrerão em suas respectivas unidades, nos dias 9 de fevereiro a 14 de fevereiro. Já as unidades da Deplan 1, Delegacia de Homicídios e Corregedoria de Polícia Civil seguirão sua escala normal.

Os delegados que trabalharem na Deplan de Batalha responderão cumulativamente pela Deplan de Pão de Açúcar, com equipe própria em cada plantonista.

No dia 13 de fevereiro de 2018, o delegado que trabalhar na Deplan de União dos Palmares responderá cumulativamente pela plantonista de Murici.

A portaria determina que todos os plantões terão duração de 24 horas, das 8 horas às 8 horas do dia seguinte.

Todo o efetivo da instituição será mobilizado durante o plano operacional, e as equipes serão compostas por sete policiais nas plantonistas em que não houver custódia de presos, e nove policiais naquelas onde houver a custódia.

“O objetivo desse plano é oferecer completa segurança aos festejos carnavalescos em Alagoas, tanto aos alagoanos como aqueles que nos visitam, conforme é a orientação do secretário Lima Júnior, e determinação do governador Renan Filho”, disse o delegado-geral Paulo Cerqueira.

A desastrosa música “Que tiro foi esse?” da funkeira Jojo Maronttinni, não vai ter espaço algum para ser tocada durante o Carnaval da cidade de Joaquim Gomes/AL. A regra se estende para os blocos de rua e demais locais onde a festa estará ativa com a presença do povo. Sucesso absoluto em todo o País, graças ao vazio do brasileiro, sobretudo pela força das emissoras de Rádio e TV, além das redes sociais, a música “Que tiro foi esse?” foi vetada pela Comissão do Carnaval, por entender que ela é uma verdadeira apologia à violência.  

A Comissão  formada pela Polícia Militar, Prefeitura e  dirigentes dos blocos, cuja reunião ocorreu nesta quarta-feira, definiu também a proibição de outras  músicas “alusivas” a violência e a desvalorização da mulher durante as festividades na cidade.

Segundo o site 40 Graus.al, lá de Joaquim Gomes, a proibição levantou questões por parte de algumas pessoas nas redes socais. Para uns, o funk é apenas uma brincadeira, quando se fala: “Que tiro foi esse?”, se demonstra a questão do acerto, da precisão; para outros, isto é uma verdadeira  apologia à violência.

Página 1 de 3
Primeiro Momento © 2013 - 2018 Todos os direitos reservados.