Mestre Antônio de Dedé morre aos 63 anos e deixa legado cultural

.Considerado Patrimônio Vivo do Estado desde 2015, o mestre alagoano faleceu nesta sexta (16)

Alagoas perde mais um mestre da cultura popular, que deixa um grande legado para o artesanato alagoano. Faleceu, nesta sexta-feira (16), aos 63 anos, o Mestre Antônio Alves dos Santos, registrado como Patrimônio Vivo de Alagoas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), desde 2015.

Foto: Ascom/Secult

Antônio de Dedé, como era conhecido, nasceu em Lagoa da Canoa e tinha o dom de esculpir belas obras em madeira. Em sua oficina de trabalho passava o seu saber para seus filhos, netos e a alguns jovens da comunidade da Vila Santa Isabel, onde morava. Vivia de sua arte e era reconhecido nacionalmente pelo seu trabalho.

No próximo mês, o artesão alagoano será homenageado no Espaço Janete Costa durante a 18ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), que acontece em Olinda

Tags: Notícias, Alagoas, Cultura em Alagoas, Mestres da Cultura

Email

Boletim Informativo

Ao clicar em inscrever a página será atualizada!
Nunca enviaremos SPAM!

Curta no facebook!